Archives junho 2019

Mutirão de consultas da Santa Cannabis atende 15 pacientes que precisam de tratamento com maconha

Óleo de cannabis fez o Kauê parar de ter crises convulsivas

O mutirão de consultas promovido pela Santa Cannabis em parceria com o curso de Naturologia da Unisul atendeu 15 pacientes na semana passada. As receitas foram prescritas pelo nosso médico parceiro, Dr Paulo Fleury Teixeira, especialista em medicina preventiva e social e pioneiro em pesquisas sobre a maconha medicinal. Entre as pessoas atendidas, está o Kauê, de Itajaí. O menino de 18 anos nasceu prematuro e sofre de leucomalácia periventricular, uma lesão cerebral na massa branca do cérebro que causa epilepsia refratária.

A Andrea, que é mãe do Kauê, contou que até os 5 anos o menino tinha crises convulsivas quase que diárias. Os medicamentos químicos e controlados que ele tomava pouco efeito faziam, mas atacaram tanto o fígado da criança que Kauê desenvolveu uma cirrose hepática. Em 2016, a Andrea descobriu o tratamento com cannabis na internet e passou a comprar o medicamento no mercado paralelo. E logo começou a ver o resultado: Kauê encerrou as crises, e o óleo não trouxe nenhum efeito colateral.

“Ele não tem mais as crises convulsivas que tinha e perdeu aquela rigidez no corpo. O sono melhorou muito também. Quando ele não dormia direito, ficava ansioso, isso alterava ele e causava crise. E tudo isso melhorou, foi um conjunto”.

Agora, com a receita do Dr Paulo Fleury em mãos, Andrea vai em busca do seu Direito de tratar o filho com cannabis medicinal. Com o documento e o histórico médico do menino, ela poderá conquistar um habeas corpus que lhe dará salvo-conduto para plantar maconha em casa e salvar a vida do Kauê.

“Acho isso um atraso no país. Eu tenho dificuldades de entender: e só uma planta! A gente usa medicamentos muito piores. Por que esses podem?”, questiona a mãe.

É paciente, profissional de saúde ou apoiador?

Compre uma camiseta da Santa Cannabis e contribua com a causa

“É uma planta ou Césio 137” questiona presidente da Santa Cannabis em reunião da Anvisa sobre maconha medicinal

Pedro Sabaciauskis critica proposta da pela Anvisa para regular cannabis

A Anvisa promoveu uma reunião no dia 11 de junho para propor uma consulta pública sobre o cultivo de cannabis com fins medicinais no Brasil.

A proposta apresentada pela agência, no entanto, prevê uma série de exigências para a atividade, que ficaria restrita às empresas, deixando associações e auto-cultivadores de fora. Entre os requisitos, estão plantio exclusivo indoor, sistema de monitoramento 24h e acesso ao grow por biometria.

O presidente da Santa Cannabis, Pedro Sabaciauskis, criticou este modelo. Em um discurso forte durante a reunião, ele questionou se o que a Anvisa deseja é de fato “regulamentar a cannabis ou trazer a indústria química para regular esse mercado”.

Assista o discurso do Presidente da Santa Cannabis

É paciente, profissional de saúde ou apoiador?

Leia também

Unisul Pedra Branca promove palestras sobre naturologia e cannabis medicinal

Unisul Pedra Branca. Foto: Divulgação

A Associação Catarinense de Cannabis Medicinal convida a comunidade para participar do ciclo de palestras “Naturologia e Cannabis. Do histórico à terapêutica moderna”. O evento é patrocinado pela associação e integra a IX Semana Acadêmica de Naturologia. Será realizado no dia 13 de junho no auditório da Unisul Pedra Branca, em Palhoça (SC). A programação é gratuita e aberta à participação de todos.

Entre os palestrantes, estão as ilustres presenças dos médicos Paulo Fleury, Erik Amazonas, Patrícia Montagner e Diogo Teixeira. A organização do evento está em campanha de financiamento coletivo para trazer os doutores Fleury e Amazonas. Confira o currículo dos dois palestrantes.

Dr. Paulo Fleury – médico e filósofo. Pesquisador, consultor, professor, nas áreas de saúde pública, gestão pública e ciências sociais. Coordena estudos pioneiros no Brasil sobre o uso terapêutico da cannabis. Possui experiência com centenas de casos clínicos utilizando a maconha como recurso terapêutico.

Dr. Erik Amazonas – professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professor de Genética Veterinária, Melhoramento Animal e imunologia veterinária. Pesquisa o sistema endocanabinoide, cannabis Medicinal e endocanabinologia Veterinária e Medicina canabinoide. Doutor em Genética pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE / 2012). Mestre em Ciência Animal e Pastagens pela Universidade de São Paulo (USP-Esalq / 2007). Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS / 2004).

Santa Cannabis transmite evento ao vivo

A Santa Cannabis irá transmitir o evento online, através das nossas redes sociais, para as pessoas que não puderem acompanhar presencialmente as palestras. Se quiser receber uma notificação antes do evento, acesse o formulário abaixo e deixe seu e-mail que enviaremos o link da transmissão.

Confira a programação

  • Chegada e acomodação: 7:45h
  • 8:00h as 8:10h (10min)- Régis Furquim Scaggiante (moderador) Apresentação da proposta da mesa redonda, apresentação dos participantes, boas vindas.
  • 8:10h – 8:30h (20min) Patrícia Montagner – Histórico da Cannabis.
  • 8:30h as 9:10h (40min) – Erik Amazonas – Sistema Endocannabinoide. O que é e como ele funciona?
  • 9:10h – 9:40h (30min)- Diogo Teixeira – A Cannabis e a Naturologia.
  • 9:40h as 10:00h (20min)- Associação Santa Cannabis – O papel das associações na promoção da terapêutica com a cannabis. Depoimentos.
  • Intervalo (10h as 10:20)
  • 10:20h as 11:10h (50min)- Paulo Fleury – A influência e os potenciais da cannabis na saúde individual e coletiva.
  • 11:10h as 11:30h (30min) – Perguntas e respostas
  • 11:30h as 11:40h – Encerramento.

Lembrando que o evento é gratuito, porém parte dos custos estão sendo cobertos através de financiamento coletivo. Se quiser contribuir, clique no botão abaixo.

Cannabis medicinal melhora paciente de 8 anos com Síndrome de Tourette

Guga e a mãe, Miriam

O Luiz Gustavo tem 8 anos e é portador da Síndrome de Tourette, uma doença rara que causa movimentos repetitivos incontroláveis e sons indesejados. Os remédios químicos tradicionais estavam fazendo pouco efeito. Contudo, traziam efeitos colaterais pesados, como fadiga extrema e estresse emocional.

Com o óleo de THC, o Guga passou a viver com muito mais qualidade de vida. Confira o relato da mãe do Guga, da própria criança e do médico Roberto Tobaldini (CRM 14343) .

É paciente, profissional de saúde ou apoiador da causa?

Leia também

Confira a íntegra do ‘Programa do Avesso’ com a Santa Cannabis em Criciúma

Carlos Augusto Wech da Cruz (E) e Pedro Sabaciauskis

O ‘Programa do Avesso’, da Rádio Som Maior de Criciúma, dedicou a edição da última sexta-feira (31) para falar sobre a cannabis medicinal. A Unesc promoveu na cidade do Sul de Santa Catarina o XV Simpósio de Pesquisa em Ciências da Saúde, que teve como tema esse ano “Maconha, Canabinoides e Terapêutica”. Por isso, a emissora convidou a Associação Catarinense de Cannabis Medicinal para participar de uma de suas principais atrações.

O apresentador Mano Dal Ponte entrevistou Pedro Sabaciauskis, presidente da Santa Cannabis, e Carlos Augusto Wech da Cruz, representante da associação no Sul do Estado e gerente da Green Power smart shop.

Foi um bate-papo informal e divertido, mas ao mesmo tempo esclarecedor sobre a cannabis medicinal no Brasil. A Santa Cannabis agradece à Rádio Som Maior pela oportunidade de desmistificar um tema tão essencial para a nossa saúde.

Ouça a íntegra do programa

É paciente, profissional de saúde ou apoiador?

Leia também

Com parkinson, dona Edna não conseguia falar; com cannabis, voltou a tricotar

Compre uma camiseta da associação e contribua com a causa

Palestra da Santa Cannabis reúne mais de 300 pessoas no auditório do Cesusc, em Florianópolis